Mostrando postagens com marcador curiosidades. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador curiosidades. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Curiosidades - Orquídeas e seu cheiros

Cítricos, mentolados ou amadeirados, forte ou fraco, lembrando aroma de chocolate, baunilha, coco ou cravo e canela. Os perfumes também encantam, assim como as formas diferenciadas e as cores exuberantes. Inegavelmente, as orquídeas são plantas sedutoras, que usam diferentes "armas", e a fragrância é apenas uma delas.

Essa "arma" é tão peculiar que não há gêneros que apresentem um aroma em comum. Cada espécie tem seu perfume único e diferenciado. Alguns gêneros possuem um grande número de espécies com características de maior perfume, como as Maxillaria. No entanto, cada espécie dentro deste gênero exala seu aroma característico.

Apolônia Grade, bióloga e moderadora da lista, Orquídeas - Mundo Orquidófilo de Alta Floresta-MT, identifica algumas fragrâncias utilizando referências do olfato humano. Segundo ela, a Cattleya loddigesii apresenta um agradável perfume da flor dama-da-noite. Um aroma cítrico bem pronunciado á noite é característico da Brassavola perrinii (foto a esquerda). Chocolate é o perfume marcante do Oncidium cherry baby fragance.

Oncidium cherry baby

O aroma de baunilha é comum a diversas espécies como a Cattleya gaskeliana, C. labiata, Vanilla planifolia, Vanilla pompona, dentre outras. Ela também cita o Oncidium pumilum, a Maxillaria cogniauxiana e Prothechea fragans, respectivamente, com fragrância de madeira de imbuia, compota de abacaxi e flor de laranjeira, entre tantas outras.

Mas cabe lembrar que também existem orquídeas de perfumes desagradáveis para o olfato humano. Apolônia aponta a Bifrenaria harrisoniae e a Bifrenaria tetragona que possuem cheiro de peixe fresco e a Cattleya mossiae que tem um aroma parecido com alho. Há também o Bulbophyllum fletcherianum (foto a direita) com o odor de carne em decomposição e o Coelogyne flacida que dizem cheirar "banheiro de rodoviária".
Bifrenaria harrisoniae

Na verdade, o perfume não deve simplesmente agradar ao homem. Ele é produzido para atrair os agentes polinizadores, que asseguram a reprodução da planta e, assim, a sobrevivência da espécie. Mas claro que sempre é bom aproveitar aquele cheirinho gostoso no ar que acaba atraindo a todos nós também!

Adaptação do texto de Fernando Oliveira