Mostrando postagens com marcador mudas de catasetum.. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador mudas de catasetum.. Mostrar todas as postagens

domingo, 7 de agosto de 2011

Dica de cultivo - Catasetum


Semana passada chegou aqui no orquidário algumas mudas de catasetum, e como não sabia exatamente como funcionava o cultivo desse gênero resolvi dar uma pesquisada e compartilhar com vocês aqui no blog.

O gênero catasetum possui proximadamentre cerca de 150 espécies catalogadas além de contar com centenas de híbridos registrados. Sendo essencialmente epifita, o catasetum tem no Brasil seu principal foco de nascimento e proliferação. Dependendo da espécie, as flores aparecem no período entre Dezembro e Julho, sendo os meses de Janeiro e Fevereiro considerados picos de floração.

O catasetum tem dois períodos de desenvolvimento distintos: do inicio do crescimento á queda das folhas e desse ponto até o começo da brotação. Essa ultima fase é conhecida também como dormência e é quando se deve ter atenção redobrada com a irrigação para evitar o aparecimento de pragas.

O ambiente de cultivo do catasetum deve ser umido, com ventilação e pouca sombra. Apesar de gostar de umidade, a irrigação deve ser feita com cuidado para que as plantas não apodreçam, evite molhar as folhas. A frequência das regas dependem do clima de cada região, mas na média variam de três vezes na semana. Dizem que a adubação deve ser carregada em nitrogênio, sendo assim aconselha-se o uso do NPK 30 10 10.

As doenças que mais afetam o catasetum são de origem fúngica, consequência da necessidade de umidade que a planta possui. O ataque dos fungos pode ser percebido por manchas escuras nas folhas, caso não seja controlado os fungos podem matar a planta se chegarem a afetar os bulbos, que quando doentes não conseguem emitir brotos. Esses fungos podem ser combatidos com um fungicida sistêmico.
Outro inimigo do catasetum é o ácaro, que são pragas minúsculas que em cerca de 10 dias conseguem causar sérios estragos na planta. Essas pragas podem ser combatidas com um acaricida, que pode ser adquirido em qualquer casa de produto agropecuario.

Atendendo á regra geral das orquídeas o catasetum deve ser replantado quando iniciar a brotação, ou seja, no período em que a planta estiver enraizando no bulbo novo, independente de ser inverno e verão. É interessante que o gênero seja replantado anualmente ou, no máximo, a cada dois anos.

Então é isso, muito sucesso no seu cultivo e até o próximo post!

CLASSIFICAÇÃO DE CATASETUM EM: